Câmara de Capelinha reforçará ações junto aos novos deputados para que zona rural e distritos do município tenham sinal de celular

por adm publicado 21/11/2018 19h00, última modificação 21/11/2018 19h00

Intensificar a pressão pela implantação de serviço de telefonia celular na zona rural e distritos de Capelinha, o mais rapidamente possível, deverá ser uma das prioridades dentre as pautas trabalhadas na Câmara Municipal no próximo ano.

A recomendação foi feita pela Comissão Temporária de Representação da Câmara Municipal de Capelinha criada para buscar, junto à Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), informações relacionadas à expansão da telefonia móvel no município de Capelinha.
A Comissão foi instituída pelo presidente da Câmara Municipal de Capelinha, Gedalvo Fernandes de Araújo, em 14 de junho passado, por meio da portaria 020/2018, após requerimento apresentado pelos vereadores Cleuber Luiz, Lu do Piedade e Wilson Coelho – nomeados, respectivamente, presidente, vice-presidente e relator.

INFORMAÇÕES RELEVANTES DA ANATEL E DETEL DE MINAS GERAIS

Após visita à sede da Anatel em Belo Horizonte, realizada em 3 de setembro, e ainda ao órgão estadual responsável pela gestão do Detel (Departamento de Telecomunicações de Minas Gerais), em 4 de setembro, os vereadores foram informados de que Capelinha não constava entre os municípios contemplados pelo Programa Minas Comunica II, criado em 2014 com a missão de expandir a telefonia celular no Estado.

Outra informação relevante obtida pelos vereadores é que, para que Capelinha seja contemplada com a extensão do sinal de telefonia celular para a zona rural e distritos, conforme reivindicação, é necessária a instituição de uma nova etapa no programa estadual, no caso o Minas Comunica III, a partir de 2019. É que foi exatamente o contingenciamento de verba, ou seja, cortes nas dotações orçamentárias do Minas Comunica II, que acabou deixando Capelinha fora do programa.

EMPENHO JUNTO A DEPUTADOS E LIDERANÇAS ESTADUAIS

Em seu relatório final, a Comissão Temporária da Câmara Municipal de Capelinha conclui, em concordância com o relatório apresentado pelo vereador Wilson Coelho, que caberá ao Poder Legislativo Municipal, em conjunto com o Poder Executivo, solicitar, a partir do próximo ano, o empenho de deputados e outras lideranças estaduais para que Capelinha seja, como se deseja, contemplada com a inclusão de suas extensões rurais e distritos na próxima etapa do programa de expansão da telefonia celular em Minas.

O relatório final da Comissão Temporária da Câmara Municipal de Capelinha conclui, em concordância com o relatório apresentado pelo vereador Wilson Coelho, que o Poder Legislativo Municipal deve tratar a expansão do sinal de telefonia celular em Capelinha como uma das prioridades nas pautas da Casa a partir de 2019.

“O que se pretende é que a Câmara de Capelinha, em conjunto com o Poder Executivo, solicite, a partir do próximo ano, o empenho de deputados e outras lideranças estaduais para que o município seja, como se deseja, contemplado com a inclusão de suas extensões rurais e distritos na próxima etapa do programa de expansão da telefonia celular em Minas”, esclarece o presidente da Câmara de Capelinha, Gedalvo Fernandes.